30
Jun 09

 

O norte-americano David Murray (actualmente radicado em Paris), actua na próxima sexta-feira, dia 3 de Julho, no Estoril Jazz, à frente do seu «Black Saint Quartet» - formação que, nos últimos tempos, tem vindo a dar expressão e desenvolvimento à faceta de compositor deste importante saxofonista e clarinetista.

 

Murray tocou já com Cecil Taylor, Don Cherry, Anthony Braxton, Max Roach, Elvin Jones e muitos outros nomes conceituados do jazz.

 
Acompanham Murray: Lafayette Gilschrist (piano), Jaribu Shahid (contrabaixo) e Hamid Drake (bateria).
 

Concerto às 21.30 horas, no Centro de Congressos do Estoril.

 

publicado por flordocardo às 18:28

29
Jun 09

Um estudo recente, efectuado por investigadores da Universidade de Aveiro, revelou que a água do Alqueva está contaminada por insecticidas e pesticidas, o que pode fazer perigar a saúde pública.

 

 

Os níveis de contaminação ultrapassam os limites europeus.

 

Logo em seguida, a Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva (EDIA) minimizou este estudo (que, segundo ela, correspondia a dados recolhidos em 2006), afirmando que a água do Alqueva está a ser utilizada para regadio, pesca desportiva e produção de energia eléctrica e que, no caso de outros usos, ela carecerá naturalmente de «tratamento adequado».

 

Com este esclarecimento, digam lá se não ficámos todos mais descansados?...

 

publicado por flordocardo às 15:34

26
Jun 09

 

 

Esta coisa da PT e da TVI/Media Capital/Prisa; esta coisa que mete o PS e o PSOE, mas ainda o PSD, o Moniz, a Guedes; e ainda o Granadeiro, o Binal, «fugas de informação», «conteúdos» e muita «massa»... Não sei... Despertaram em mim a compulsiva necessidade de vos oferecer este poema, há muito arquivado no meu PC.
 
Usufruam-no. Procurem as conotações com a coisa em curso.
 
 

AS ALUNAS DAS DOROTEIAS

 
As alunas das Doroteias
Comem todas as manhãs
Uma loura papa de aveia
E nisto são meninas cristãs
 
Mas para que não conste que estas florinhas
São antropófagas e pagãs,
Para que se não diga que elas comem
O Santo Padre todas as manhãs,
 
Uma freira a quem nada escapa
E que depois de morta vai ser santinha
Ensinou-lhes que em vez de papa
Elas devem dizer farinha
 
NATÁLIA CORREIA (1923-1993)
 
(do livro Natália Correia - Poesia Completa– «Publicações Dom Quixote», 1999)

 

publicado por flordocardo às 10:43

25
Jun 09

 

 

73,2 por cento - Eis a percentagem do último salário que um trabalhador português de baixo salário vai receber quando se reformar (isto quando a média da OCDE é de 82,4 por cento).
 
Tal significa que, em Portugal, quem ganha mais está melhor protegido...
 
Eis a «coesão social» em seu pleno esplendor.
publicado por flordocardo às 11:23

24
Jun 09

 

 

O poema rondava-me desde Janeiro. Completei-o agora.

 

É aquilo que, por hoje, vos deixo.

 

 

AUDÁCIA

 

 

A noite vai ser escura

 
 
 
Os olhos tremem já diante do visco
 
As mães escutam as paredes com suas mãos
Os pais vigiam os céus cerrando os olhos
 
Não vai existir limite para a audácia

 

 

 

publicado por flordocardo às 16:52

23
Jun 09

 

 

O Estoril Jazz deste ano arranca na próxima sexta-feira, dia 26, com o quinteto de James Carter.

 

Carter - de grande virtuosismo técnico na família dos saxofones, quer na dos clarinetes -, deve preencher parte substancial da sua actuação com temas do seu último albúm «Present Tense».

 

Espera-se um arranque musical em grande nesta edição do festival, cujo programa, à partida, se apresenta  de excelente qualidade. Arranque às 21.30 horas (bilhetes a 30 euros).

 

 

 

publicado por flordocardo às 16:40

 

A semana que passou foi absolutamente fantástica, repleta de excitantes novidades.

 

Para esta crónica, só agora possível (e por isso atrasada), vejamos se a memória não me atraiçoa.

 

a) O Primeiro-ministro deu uma entrevista. Mostrou-se muito cordato, conciliador, mas sem reconhecer erro algum. A entrevistadora embarcou na coisa; não lhe perguntou pelas promessas feitas e cumpridas ao contrário... Foi fantástico!

 

b) Um conjunto de individualidades (economistas, ex-ministros, etc.) divulgou um manifesto, pronunciando-se contra as prioridades de investimento do governo, como o TGV e outras. Ficámos sem perceber muito bem quais as prioridades dos ditos. Mas ficámos a perceber que estão a fazer o jogo da direita mais conservadora (para a qual os grandes investimentos devem ser feitos pelos privados) e que Sócrates, ao horas antes ter resolvido adiar os investimentos até se saberem os resultados das próximas eleições legislativas, acabou por lhes fazer o jogo e desenrolar a passadeira por onde pode caminhar um futuro governo de «bloco central» (assumido ou não como tal)... Fantástico!

 

 c) A maioria dos trabalhadores da Autoeuropa rejeitou o acordo prévio, estabelecido entre a CT e a administração da empresa. Tendo em conta todas as inverossímeis pressões vindas de toda a parte, tal decisão foi notável!

Há que aguardar por novos desenvolvimentos, pois este é um assunto relevante da actualidade e que merece maior atenção. Voltaremos a ele.

 

d) O Instituto do Desporto quer edificar um campo de golfe nos terrenos do Estádio Nacional, no Jamor, destruindo a pista de corta-mato ali existente. Não é fantástico?! Está a correr um abaixo-assinado contra a diatribe.

 

Resultado: a política está moribunda ou regressou pura e dura?

 

publicado por flordocardo às 11:10

16
Jun 09

 

 

Prosseguiu ontem a saga da audição do Governador do Banco de Portugal na Assembleia da República. Em causa a «supervisão» bancária e os casos do BPN e do BPP.

 

Mas a saga já tresanda de mau-cheiro. Já não se aguenta.

 

Largem o Constâncio (o homem até ganha bem; para quê aborrecê-lo?).

 

Na verdade, se são inegáveis as (ir)responsabilidades do Banco de Portugal nesta matéria, o certo igualmente é que os ladrões estão noutro lado. É verdade que tão ladrão é o que vai à horta, como o que fica à porta. Todavia...

 

Todavia, os senhores deputados estão de facto a cometer um erro; estão a proceder como aquele meu amigo que dizia: «... em vez de se prenderem os ladrões, prendem-se os polícias por não prenderem os ladrões!»

 

Ó malta: QUEM PRENDE OS LADRÕES?!

publicado por flordocardo às 14:31

 

 

O Conselho de Estado reuniu ontem. A comunicação social fez constar que o prato forte da reunião teve a ver com o reforço, no âmbito da NATO, da presença militar portuguesa no Afeganistão.

 

Trata-se indubitavelmente de um assunto para o qual existe «preocupação» e também, pelos vistos, «dinheiro»...

 

«Preocupação» e «dinheiro» que parecem não existir, na realidade, para outras coisas relevantes; seja o combate ao desemprego e o apoio aos desempregados, seja, por exemplo, a fiscalização das nossas águas territoriais e respectivas operações de busca e salvamento nas mesmas (neste particular, a coisa vai mesmo ser entregue à Espanha)...

 

Que país é este que estabelece tais "prioridades"?!!!

 

Que "responsáveis" políticos são estes?!!! 

publicado por flordocardo às 13:07

15
Jun 09

 

 

Escasso tempo depois das eleições europeias realizadas em Portugal ficámos a saber duas coisas:

 

1 - Que Bruxelas vai abrir um procedimento de défice excessivo contra Portugal e mais sete países da zona euro - declaração feita pelo comissário Joaquín Almunia;

 

2 - Que o desemprego na UE bateu novo recorde no primeiro trimestre deste ano, face ao mesmo período do ano passado.

 

Não são boas notícias?...

 

Relativamente ao défice (e ao "combate" ao mesmo, do qual não se falou praticamente nada nestas eleições europeias) chamarei a atenção para o facto de o dito comissário ter revelado que somente em Novembro próximo serão adoptadas «propostas de correcção»... Quer isto dizer que Bruxelas vai aguardar pelas nossas (e outras) eleições legislativas, bem como pelo novo referendo que, tudo indica, irá ter lugar na Irlanda sobre o «Tratado de Lisboa» (provavelmente em Outubro), para então ver que medidas e/ou sanções tomar. É significativo...

 

Quanto ao desemprego... Revela-se novamente que a arma de «combate à crise», para o capital, passa precisamente por continuar a despedir!

 

E, assim, de acordo com o Eurostat, temos neste primeiro trimestre do ano mais 1 milhão e 220 mil desempregados entre os países da zona euro, e na UE a 27 mais 1 milhão e 916 mil desempregados. Este é o terceiro trimestre consecutivo de aumento do desemprego, tanto na zona euro como na UE a 27!

 

Eis a UE do "progresso", da "paz", da "coesão" e da "prosperidade"...

 

publicado por flordocardo às 18:08

Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
17
18
19
20

21
22
27

28


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO