31
Mai 10

 

 

Israel atacou uma frota de ajuda humanitária que tinha a Faixa de Gaza como destino. Pelo menos 19 pessoas morreram e 36 ficaram feridas, de acordo com o último balanço divulgado pela televisão israelita.

A "Frota da Liberdade" que transportava, sob bandeira turca, ajuda humanitária para a Faixa de Gaza, incluía 750 pessoas de 60 nacionalidades.

O Estado israelita continua a agir como um perfeito assassino e na maior da impunidades!

 

publicado por flordocardo às 14:08

publicado por flordocardo às 10:39
tags:

30
Mai 10

 

 

Cerca de 300 mil pessoas na rua no passado sábado, em protesto contra a política do governo. Uma manifestação bem maior do que a verificada em Março último. Algum entusiasmo nos rostos, alguma expectativa também.

Mas ao encerrar a acção, Carvalho da Silva diz que, caso o governo não mude de políticas, a CGTP está disposta a novas formas de luta dentro do quadro constitucional, sem excluir nenhuma delas. Greve geral? Eventualmente implícita, mas nem sequer referida - não vão acusá-lo de radicalismo...

Porém, o mais significativo deste discurso aguardado com expectativa terá mesmo sido o facto de Carvalho da Silva ter manifestado a esperança de que o governo inverta posições… Alguém de bom-senso, algum trabalhador ou trabalhadora portuguesa acredita, sinceramente, em tal possibilidade?!...

Daí que no final desta grandiosa manifestação não poucos rostos manifestassem desânimo; só não viu (e ouviu os seus comentários) quem não quis. Dá que pensar.

O governo nunca teve tão isolado como agora. Todavia, parece que as hesitações da CGTP são as primeiras a favorecer a futura instauração de uma falsa alternativa chamada PSD (partido que continua a subir nas sondagens de opinião)…

Resta-nos continuar a luta contra este estado de coisas, sem desfalecimentos. Caso contrário, a crise será dramaticamente vencida à nossa custa e contra nós.

 

publicado por flordocardo às 23:45

 

*   *

 

(As últimas estruturas estão gastas)

 

As últimas estruturas estão gastas

e é preciso mudá-las,

sobre as mais finas.

 

Desmantelar o ar, por exemplo.

Desmantelar o pensamento.

Mas substituí-los por quê?

 

Há que pôr o ar no lugar do pensamento.

Há que pôr o pensamento no lugar do ar.

 

             Roberto Juarroz (Argentina, 1925-1995)

 

(do livro «Poesia Vertical - Roberto Juarroz» - Antologia, tradução e notas de Arnaldo Saraiva,

Campo das Letras, Editores S.A., Junho/1998)

 

publicado por flordocardo às 20:44
tags:

 

*

 

«O perigo da cultura

 

      Uma galinha pensava tanto e era tão culta que ganhou uma obstrução interior, deixando de pôr ovos. Mataram-na no dia seguinte.»

  

(do livro «O Senhor Brecht», de Gonçalo M. Tavares – Editorial Caminho, 3ª. edição, 2004)

 

 

publicado por flordocardo às 00:29

29
Mai 10

 

 

Pelo terceiro mês consecutivo, os empresários portugueses manifestam confiança na evolução ecónomico do país.

Os jornais dixit...

 

Cá para mim, ora aqui está mais uma razão de peso para a manifestação de hoje constituir um grande protesto nacional contra a política do governo "socialista" do engº. José Sócrates, não é?!

 

publicado por flordocardo às 13:23

publicado por flordocardo às 00:54

 

 

Acabo de receber esta mensagem escrita:

 

«Camarada,  com o trabalho que tenho não posso ir. Voltámos à escravatura. Trabalho à volta de 60h por semana, com uma folga por semana. Ao que este país chegou.

 

a) Alda»

 

Comentem, sim? 

 

publicado por flordocardo às 00:48

*    * 

 

 

   O tempo à solta

 

   Se eu tivesse tempo

   soltava o tempo pelas ruas

   livremente

   com doçura em meus lábios

 

   Ou então o estrume que nos dão por rosas

   até que florisse

 

   O tempo à solta...

   Terei tempo?

 

(Cruz Quebrada, 28.05.2010)

 

publicado por flordocardo às 00:45

28
Mai 10

  

 

A polícia de Shenzhen, no Sul da China, confirmou ontem o 10º. suicídio na fábrica da «Foxconn». Um operário de 23 anos atirou-se de um dos prédios da unidade fabril. Há denúncias de pressões sobre os trabalhadores no maior produtor mundial de componentes electrónicos, incluindo o iPhone da Apple (mas trabalhando também para a Sony-Ericsson e a Nokia).

 

Já houve 12 tentativas de suicídio registadas na «Foxconn», em Shenzhen, desde o início do ano, das quais dois operários sobreviveram com ferimentos graves.  

 

O presidente do grupo Hon Hai Precision, de Taiwan, que detém a «Foxconn», diz que a empresa vai estar mais atenta à saúde mental dos seus trabalhadores. Este - o terceiro homem mais rico de Taiwan, com uma fortuna avaliada em 5 mil milhões de euros - defende que os suicídios "poderão estar relacionados com problemas pessoais dos operários"...  

 

Alguns dos 400 mil operários da «Foxconn» disseram aos jornalistas que auferem salários mensais de cerca de 100 euros por trabalharem seis dias por semana e 12 horas por dia.  

 

Cá para mim, o modelo laboral da «Foxconn» certamente encanta gente como Sócrates, Vieira da Silva, Maria Helena André, Passos Coelho, Paulo Portas, Cavaco Silva, Durão Barroso, Vítor Constâncio e António Saraiva, entre outros (e só para me referir a portugueses).

 

publicado por flordocardo às 17:40

Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO