30
Out 11

 

*   *

 

Várias empresas portuguesas apresentaram aumento de lucros nos primeiros 9 meses deste ano, relativamente ao mesmo período de 2010 (EDP, Jerónimo Martins, entre outras).

 

Passos Coelho, entretanto, diz que Portugal para sair da crise precisa de empobrecer.

 

Há aqui qualquer coisa que não bate certo, não acham?...

Pensar

 

publicado por flordocardo às 00:21

29
Out 11

publicado por flordocardo às 23:59

 

(A captação de som não é a melhor, mas...)

 

 

publicado por flordocardo às 23:42
tags:

 

*

 

Finalmente uma mudança de ares. Pois é, deram-me um fim-de-semana prolongado, entre a tarde de hoje e a noite de terça-feira. Estou na minha terra e entre a minha gente (e também já jantei comida de gente, diga-se).

Tudo parece diferente, sendo igual na realidade. Vai ser bom, está a ser bom (apesar de umas danadas dores musculares na zona da bunda ainda me transtornarem).

Novo "boletim de saúde" só lá para a semana que vem, está bem?

 

Abraços!

 

publicado por flordocardo às 23:25
tags:

24
Out 11

 

*  *

 

Como quem não quer a coisa - e dando de barato a meia-dúzia de dias que estive em casa -, faz hoje 5 meses que entrei no hospital. Cinco!

 

A novidade é que, provavelmente, terei alta até ao final desta semana. Vamos lá a ver.

 

publicado por flordocardo às 14:33
tags:

21
Out 11

 

*

 

 

- Cumpri hoje o 5º. dia consecutivo de "ginásio" (fisioterapia em espaço próprio). Tem sido bom. Talvez para a semana possa vir a ter alta.

 

- "Invasão" pelas 15 horas. Quatro visitantes, quatro camaradas e amigos de uma penada. Foi bom!

 

Bom fim-de-semana para todos vós! 

 

publicado por flordocardo às 21:39
tags:

 

*  *

 

Ontem, pelas 15 horas, visita surpresa: a de Joaquim Murale - que de uma só assentada me presenteou com 4 livros dele (teatro, poesia e romance). Foi uma boa surpresa, até por já não nos vermos há largo tempo.

 

Obrigado (e não resisto a "roubar-te" o poema que se segue)!

 

Até breve!

 

*

 

 

3 poemas políticos

 

fora a batalha vencida

e os guerreiros tiveram o seu repouso

mas

pé ante pé

os ventos juntaram nuvens

repentinamente as tendas foram varridas por temporais de holocausto

os heróis apunhalados

e o sol se pôs de novo em mãos dos usurpadores

 

  ó bravos

  juntai os sobreviventes

  formai de novo os exércitos

  enfrentai nova peleja

  para que a luz do sol aqueça o infinito

  e as multidões se embebedem de alegrias

  é necessário que o sangue corra sem cessar

 

    não te submetas

 

    e se os traidores chegarem com disfarces

              para atacarem o fogo da tua revolta

    repele-os para tão longe que possas

    no espaço livre que fica

    assumir-te no risco da identidade completa

 

    a cobardia é sempre uma morte infame

 

 

                                                              Joaquim Murale (n. 1953)

 

(extraído da colectânea de poesia «Poetânea 4» - coordenação de Julião Bernardes - Lisboa, Fevereiro/2006)

 

publicado por flordocardo às 21:35

16
Out 11

 

*

 

Interessante (e polémica, pois defende a saída de Portugal da zono euro, ainda que de uma forma «apoiada e controlada») a entrevista do economista e professor universitário João Ferreira do Amaral prestada ao semanário «Vida Económica» da passada sexta-feira, dia 14.

 

    «…é confrangedora a incapacidade desses dogmáticos do euro de reflectirem sobre o desastre, não o da nossa saída, mas daquele que resultará da nossa manutenção na moeda única. É confrangedora, mas não é uma surpresa. Já a tinham demonstrado há vinte   anos trás   na incapacidade de analisar os riscos que corríamos quando da adesão.»

 

Leiam.

 

publicado por flordocardo às 19:15

15
Out 11

 

*

 

É hoje. Em 9 cidades portuguesas e não só. Manifestação dos «indignados» contra as medidas do capital para debelar a crise.

 

Todos à rua!

 

http://juanbermejomajoral.blogspot.com/2011/05/indignados-en-espana.html

 

publicado por flordocardo às 13:01

 

*

 

Portugal vai receber ajuda para gerir verbas comunitárias. A nova estrutura chama-se «Grupo de Apoio a Portugal»...

 

Para disfarçar o incómodo de se dar a entender que nem os fundos comunitários somos capazes de gerir convenientemente, o comunicado do governo que dá a novidade diz que foi «sob proposta e em concertação com o Governo português» que «a Comissão Europeia estabeleceu uma estrutura de acompanhamento do programa de assistência económica e financeira a Portugal com vista a agilizar a utilização dos fundos comunitários em prol dos objectivos daquele programa».

 

Estou de novo mais descansado...

 

publicado por flordocardo às 12:46

Outubro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12

17
18
19
20
22

23
25
26
27
28

31


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO