30
Jan 13

 

*   *

 

O HÁBITO FAZ O MONSTRO (edição especial antológica)

O Hábito Faz O Monstro de Lucas Almeida é o quinto volume da Mercantologia, colecção dedicada à recuperação de material perdido no mundo dos fanzines, editada pela Associação Chili Com Carne num total de 500 exemplares, cada um com 104 páginas 16,5x23cm a p/b e capa a cores (ISBN: 978-989-8363-15-2).
 
Este volume reedita uma selecção de BDs publicadas entre 2002 e 2009, nos números 2, 5, 7, 11 e 13 do zine O Hábito Faz O Monstro, e algumas BDs inéditas produzidas entre 2009 e 2012.
 
Edição com o apoio da Câmara Municipal de Cascais e o Instituto Português do Desporto e Juventude.
 
LANÇAMENTO NA SOCIEDADE MUSICAL UNIÃO PAREDENSE
DIA 2 DE FEVEREIRO, SÁBADO - 16 HORAS
COM A PRESENÇA DO AUTOR

 

publicado por flordocardo às 00:14
tags:

 

*   *

Eis uma decisão que só peca por tardia.

 

Spa-a-cmyk

«SPA não adopta o novo acordo ortográfico perante as posições do Brasil e de Angola sobre a matéria

A SPA continuará a utilizar a norma ortográfica antiga nos seus documentos e na comunicação escrita com o exterior, uma vez que o Conselho de Administração considera que este assunto não foi convenientemente resolvido e se encontra longe de estar esclarecido, sobretudo depois de o Brasil ter adiado para 2016 uma decisão final sobre o Acordo Ortográfico e de Angola ter assumido publicamente uma posição contra a entrada em vigor do Acordo.
 
Assim, considera a SPA que não faz sentido dar como consensualizada a nova norma ortográfica quando o maior país do espaço lusófono (Brasil) e também Angola tomaram posições em diferente sentido. Perante esta evidência, a SPA continuará a utilizar a norma ortográfica anterior ao texto do Acordo, reafirmando a sua reprovação pela forma como este assunto de indiscutível importância cultural e política foi tratado pelo Estado Português, designadamente no período em que o Dr. Luís Amado foi ministro dos Negócios Estrangeiros e que se caracterizou por uma ausência total de contactos com as entidades que deveriam ter sido previamente ouvidas sobre esta matéria, sendo a SPA uma delas. Refira-se que também a Assembleia da República foi subalternizada no processo de debate deste assunto.
 
O facto de não terem sido levadas em consideração opiniões e contributos que poderiam ter aberto caminho para outro tipo de consenso, prejudicou seriamente todo este processo e deixa Portugal numa posição particularmente embaraçosa, sobretudo se confrontado com as recentes posições do Brasil e de Angola.
 
Lisboa, 9 de Janeiro de 2013.»
(extraído do site da SPA - www.spautores.pt)
publicado por flordocardo às 00:03

26
Jan 13

publicado por flordocardo às 00:02
tags:

25
Jan 13

 

*   *   *

 

POEMA

 

silenciosamente aproximo-me do poema

circundo-o duma palavra    faço nela

uma incisão deliberada

 

e exponho a ferida ao ar sem protegê-la

para que infecte e frutifique

 

de resina    ainda com gosto a papel húmido

o poema cresce    ramifica-se

comovidamente do cerne para a casca

inteiro    liso    adstringente   sinuoso

 

mas

todo o poema é perfeitamente impuro

 

 

                                        Vasco Graça Moura (n. 1942)

 

(do livro «Poesia Reunida - vol. 1 - 1962-1997» - Quetzal Editores, Outubro/2012)

 

publicado por flordocardo às 23:29
tags:

24
Jan 13

 

 

 

Citado pelo jornal inglês The Guardian, o ministro das Finanças do Japão, Taro Aso, afirmou, numa reunião destinada a preparar cortes orçamentais nos sistemas de saúde e segurança social, que os cuidados de saúde para os doentes mais idosos constituem um «custo desnecessário» para a economia e que devia ser permitido «deixar esses doentes morrer rapidamente» para garantir o equilíbrio das contas públicas.

 

O assassínio em massa de uma parte da população foi assim defendido abertamente pelo principal responsável pela condução das políticas económicas num dos países mais avançados do mundo actual. Para alguma "esquerda" e algumas almas caridosas, está-se em presença de um monstro que é preciso neutralizar. Porém, o sr. Taso Aso limitou-se a exprimir sem subterfúgios aquela que é a lógica de organização social em que vive o Japão, Portugal e uma enorme parte dos países do mundo.

 

Quantos Taso Aso não terão estado presentes naquela "homília" realizada há dias no Palácio Foz pelo PSD e o CDS-PP, destinada a discutir o «Estado Social» e o futuro dos chamados «direitos adquiridos»?... Muitos!!!

publicado por flordocardo às 22:59

 

 

*   *   *

 

FRASE  DOS TEMPOS QUE CORREM . . . Após 39 anos  sobre o 25 de Abril, duas coisas estão mais que provadas e  comprovadas:
- Os comunistas não comem criancinhas ao pequeno  almoço; - Mas a direita come o pequeno almoço às  criancinhas!!!
 
publicado por flordocardo às 22:36

21
Jan 13

 

*   *   *

 

 

Soube-se há uns dias que em 2011 o Sr. Ricardo Salgado, do BES, se “esqueceu” de declarar ao fisco 8,5 milhões de euros.

Recordei-me logo que em Abril desse ano de 2011 o banqueiro em questão foi à televisão dizer que a situação portuguesa era preocupante e que seria necessário pedir um resgate financeiro. Sócrates, então Primeiro-ministro, logo acabou por seguir o conselho do venerável banqueiro…

O resgate tem servido, entretanto e unicamente, para salvar gente como o Sr. Salgado que, no entanto, em entrevista à última edição do «Expresso», afirma que «os banqueiros saíram mal desta crise financeira, de uma forma geral». E acrescenta que «a correcção dos erros do país está a ser feita». Pudera!...

É claro que, entretanto, o Sr. Salgado fez saber que regularizou a sua situação perante o fisco e que está «tranquilo» relativamente aos processos que estão a ser investigados pela Justiça e que envolvem quadros do BES.

Uma coisa eu sei: é gente do tipo do Sr. Salgado que arranja capatazes para os governos do capital que temos tido, despedindo-os e substituindo-os quando acha conveniente. Capatazes esses que continuaremos a carregar às costas enquanto não virarmos tudo isto do avesso - incluindo, é claro, gente da estirpe mandante e «tranquila» do género do Sr. Salgado!

 

(PS – Talvez seja para evitar que tudo seja virado do avesso que o orçamento do MAI foi aumentado este ano, não acham?)

 

publicado por flordocardo às 13:14

 

*   *   *

 

Segundo dados de 2009 fornecidos pelo Eurostat, em Portugal existem 4,6 polícias por cada 1000 habitantes. Aqui, “polícias” significa agentes da PSP e da GNR. Este índice é superior ao da Alemanha (3) e da Grécia (4,5), por exemplo, e superior também ao da média da UE (3,7), só sendo ultrapassado pelo da Espanha (5,1).

Neste ponto (haja um!) concordo como o famigerado relatório do FMI, o qual chama a atenção para a necessidade de redução do número de polícias.

Porém, não esqueço que o Ministério da Administração Interna viu o seu orçamento para 2013 aumentado em 12,3 por cento relativamente a 2012, ou seja, vai embolsar mais 2,1 mil milhões de euros. E não me consta que o FMI tenha feito até agora qualquer referência crítica ao caso…

 

publicado por flordocardo às 13:11

20
Jan 13

 

*   *   *

 

O meu corpo procura o sítio

onde as lágrimas se transformem em vinho

 

(Parede, 18.01.13)

 

 

publicado por flordocardo às 00:00

19
Jan 13

 

*   *

 

Que o meu irmão me beije e se beije no meu beiço como se fôramos a

flor de outra justiça

 

                                         Maria Velho da Costa (n. 1938)

 

(do livro «Corpo Verde» - Contexto, editora Lda., Lisboa/1982)

 

publicado por flordocardo às 00:06
tags:

Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

13
18

22
23

27
28
29
31


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO