22
Ago 09

 

 

Pois... A semana foi terrível a todos os títulos. E sem escapatória.

 

Há pouco consegui pegar num livro e relê-lo em parte: «Sonótono», de Daniel Jonas (foi o livro de poemas que me veio à mão).

 

No comboio, atacou-me uma intensa necessidade de glosar dois dos poemas do livro num único. Tais poemas constam a páginas 36 e 37 do dito cujo.

 

Resultado?

 

       Falhei em ti e fiquei certo

       que a um sinal teu somente teu

       subtil em mim a vida visse perto

       e se morresse perdida no deserto

       alguma coisa mais fosse de meu

 

       Falhei em ti (ou tu em mim?) e fiquei certo

 

Diria... Diria que isto vem à laia de acerto comigo mesmo, de desabafo, de água sobre uma ferida à qual se acabou de tirar a ligadura... Talvez seja até um poema por acabar, ou por polir.

 

Na certeza porém, o poeta Daniel Jonas nada tem a ver com isto.

publicado por flordocardo às 21:25

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21

23
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO