09
Jun 10

 

* * *

 

O BE também anda decididamente a bater mal…

O resultado mais visível das jornadas parlamentares dos «bloquistas» consubstanciou-se em fazer 4 perguntas ao governo, mais concretamente ao ministro das Finanças: se este pensa vir a efectuar novo aumento de impostos, se pensa vir a mexer nas leis laborais, se pensa vir a mexer na lei das reformas, se mantém o compromisso de pagar o subsídio de Natal aos trabalhadores.

No Parlamento, no dia 16, o BE vai interpelar o governo sobre tudo isto.

Mas qual é a pertinência destas perguntas côr-de-rosa? E será isto das perguntas uma nova forma de luta política séria contra a política do governo?!

O BE ignora que o governo só não aumentará mais os impostos, só não mexerá nas leis laborais e das reformas, e só não abocanhará o subsídio de Natal dos trabalhadores se não puder? O BE ignora que tal só não se verificará caso os trabalhadores lutem com firmeza pelos seus interesses, bem como por uma alternativa de combate à crise que está nos antípodas da que Sócrates vem seguindo?

Pois é: em vez de um repto de luta, o BE faz perguntas… Acho significativo. O que parece é? Cá para mim é!

publicado por flordocardo às 12:41

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO