11
Mar 10

 

 

Descobri por aí mais uns salários…

 
Eis exemplos da “verdadeira crise” salarial que avassala o país:
 
- Fernando Pinto: TAP - 420.000 euros/ano;
- Faria de Oliveira: CGD - 371.000 euros/ano;
- Henrique Granadeiro: PT - 365.000 euros/ano;  
- Guilherme Costa: RTP - 250.040 euros/ano;
- Fernando Nogueira: ISP (Instituto dos Seguros de Portugal) - 247.938 euros/ano;
- Carlos Tavares: CMVM - 245.552 euros/ano;
- Vítor Santos: ERSE (Entidade Reguladora da Energia) - 233.857 euros/ano;
- Amado da Silva: ANACOM (Autoridade Reguladora da Comunicação Social) - 224.000 euros/ano;
- Mata da Costa: CTT - 200.200 euros/ano;
- José Plácido Reis: Parpública, 134.197 euros/ano;
- Pedro Serra: AdP (Águas de Portugal) - 126.686 euros/ano.

 

 

 

 
 
A lista não é exaustiva, mas serve para evidenciar algo que dispensa comentários…

 

 

 

publicado por flordocardo às 17:57

(delicioso este tema e deliciosa a voz de Ibrahim Ferrer)

publicado por flordocardo às 00:56
tags:

 

Acabo de receber boas notícias. Estou mesmo satisfeito!

 

A Smelra acabou o seu semestre com notas positivas (e boas) a todas as cadeiras. A última saíu ontem: outro 15.

 

 

O dia de hoje começa bem.

 

Para ti deixo-te a taça acima (e a música que vem a seguir - da qual espero que gostes). Beijos! ***

 

publicado por flordocardo às 00:49

Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9


22



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO