28
Fev 11

 

*   *

 

A taxa de remuneração da dívida soberana atingiu o máximo histórico de 7,72

por cento  na passada sexta-feira, dia 25…

 

«Temos que reafirmar de forma clara o compromisso de que tudo faremos para cumprir os objectivos orçamentais e que dispomos de medidas adicionais, se necessárias, para garantir esse cumprimento» - assegurou hoje o ministro Teixeira dos Santos, no âmbito de uma conferência dedicada ao tema da dívida e promovida pela Reuters/TSF. Uma das grandes lições da actual crise, continuou o ministro das Finanças, é a de que «não há prosperidade sustentável assente no endividamento».

 

Portanto, admitem-se como ainda possíveis novas medidas de austeridade... Até porque o governo vai continuar a vender dívida a taxas de juro incomportáveis, mesmo que isso signifique uma “prosperidade insustentável”, não é?...

 

Assim se comprova como o governo Sócrates tem uma “solução” para sairmos da crise…

 

[Solução[4].jpg]

 

(PS - Entretanto, é preciso não esquecer, daqui a dois dias Sócrates avista-se com a patroa Merkel...) 

 

publicado por flordocardo às 15:12

 

*   *   *

 

«Nada do que é humano me é estranho.»

 

                                                          Terêncio

publicado por flordocardo às 02:46
tags:

 

 

 

publicado por flordocardo às 02:05
tags:

Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

15

22
24

27


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO