25
Fev 14

 

 

*

 

 

© Ernst Haas, 1970
publicado por flordocardo às 18:29
tags:

 

*   *   *

 

(O   fogo que na branca cera ardia)

 

O fogo que na branda cera ardia,

Vendo o rosto gentil que eu na alma vejo,

Se acendeu de outro fogo do desejo,

Por alcançar a luz que vence o dia.

 

Como de dous ardores se incendia,

Da grande impaciência fez despejo,

E, remetendo com furor sobejo,

Vos foi beijar na parte onde se via.

 

Ditosa aquela flama, que se atreve

A apagar seus ardores e tormentos

Na vista de que o mundo tremer deve!

 

Namoram-se, Senhora, os Elementos

De vós, e queima o fogo aquela neve

Que queima corações e pensamentos.

  

 

                                  Luís de Camões

 

publicado por flordocardo às 18:06
tags:

Fevereiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
19
20
21

23
24
26
28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO