10
Jul 10

*  *

 

O amigo

 

            «Era um rapaz passivo. Aceitava tudo o que vinha dos chefes. Porém, como

era bajulador, incomodava.

            Cortaram-lhe a língua: deixou de elogiar.

            Depois cortaram-lhe os dedos. Deixou de escrever textos laudatórios.

            Foi num desses dias que, com a cabeça a bater numa mesa – em código morse – ele disse, para os seus chefes:

            - Mais uma como esta e perdem um amigo.»

 

(do livro «O Senhor Brecht», de Gonçalo M. Tavares – Editorial Caminho, 3ª. edição, 2004)

publicado por flordocardo às 04:02

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

17

18

25


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO