26
Jul 10

 

 

 

 

Há dois ou três dias fiquei a saber (pela SIC, via Bloomberg) que as reservas de ouro de Portugal atingem as 382 toneladas, ou seja, uma quantia superior a 12 mil milhões de euros.

Boquiaberto, fiquei igualmente a saber que tal verba não pode ser utilizada pelo Estado português, por determinação do Banco de Portugal (ou será do BCE?...).

Na realidade, segundo informou a SIC, as verbas provenientes de qualquer venda das reservas de ouro têm que ser colocadas numa conta própria e somente os juros bancários derivados dessa conta podem vir a dar entrada nos cofres do Estado português e a ser, só então, por ele utilizados.

 

Agradeço informações sobre o assunto. Pode ser?

publicado por flordocardo às 11:40
tags:

É, de facto, muito esquisito.
Júlia a 26 de Julho de 2010 às 13:02

Mesmo muito!!!
Abraço!
flordocardo a 26 de Julho de 2010 às 14:06

E depois ainda aproveitam para dizer que o Salazar era um ganda crâneo...
Porra!!!
Luísa a 26 de Julho de 2010 às 14:52

Essa foi outra... Até parece que andam à procura de um novo...
flordocardo a 26 de Julho de 2010 às 18:52

...não o podemos ir lá simplesmente? Um dia temos de fazer isso...sem dúvida!
Porto Santo a 26 de Julho de 2010 às 19:02

Uma barrita chegava-me para endireitar a vidita, julgo eu...
ramsés a 26 de Julho de 2010 às 20:15

Venha daí um lingote... dava jeito.
Bjinhos
ónix a 27 de Julho de 2010 às 23:00

Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

17

18

25


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO