02
Set 10

 

*   *   *

 

Admirável aquele
cuja vida é um contínuo
relâmpago
                                                     Matsuo Bashô (Japão, 1644-1694)

(do livro «O gosto solitário do orvalho», antologia poética de Matsuo Bashô, com versões  de Jorge de Sousa Braga - Assírio e Alvim, Fevereiro/1986)

 

publicado por flordocardo às 10:10
tags:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO