24
Nov 09

 

 

 

 

búzio

 

 

sei que nunca viste o oceano,

que nunca olhaste a onda sobre a onda,

que nunca fizeste castelos para o mar ser forte.

 

mas sei que já viste o coração das coisas,

que já tocaste a ferida nos nossos braços,

que já escreveste para sempre o nome da terra.

 

por isso te digo que vou levar-te o mar

na concha das minhas mãos, azulíssimo,

para que nele descubras o meu nome

entre os seixos os búzios os rostos que já tive

 

             Vasco Gato (n. 1978)

                                                                    (do livro «Um Mover de Mão» - Assírio & Alvim, 2000)

 

 

publicado por flordocardo às 12:27
tags:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
12
13
14

15
16
17
19
21

23
26



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO