02
Dez 09

 

 

Eis o que acredito ser um bom princípio de acção para o dia que acaba de começar.
 
* *
 
DE QUE SERVE A BONDADE
 
1
 
De que serve a bondade
Quando os bondosos são logo abatidos, ou são abatidos
Aqueles para quem foram bondosos?
 
De que serve a liberdade
Quando os livres têm que viver entre os não-livres?
 
De que serve a razão
Quando só a sem-razão arranja a comida de que cada um precisa?
 
 
2
 
Em vez de serdes só bondosos, esforçai-vos
Por criar uma situação que torne possível a bondade, e melhor:
A faça supérflua!
 
Em vês de serdes só livres, esforçai-vos
Por criar uma situação que a todos liberte
E também o amor da liberdade
Faça supérfluo!
 
Em vez de serdes só razoáveis, esforçai-vos
Por criar uma situação que faça da sem-razão dos indivíduos
Um mau negócio!
 
Bertolt Brecht  (1898-1956)
(do livro Bertolt Brecht - Poemas e Canções,
selecção e versão portuguesa da Paulo Quintela
- Livraria Almedina, Coimbra, 1975)
 

 

publicado por flordocardo às 02:01
tags:

Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO