03
Dez 09

 

 

Nos dias 4, 5 e 6 de Dezembro, em homenagem à memória de Luís Villas-Boas, “pai” do Jazz em Portugal e criador do “Cascais Jazz” em 1971, a Projazz promove, com o apoio da Câmara Municipal de Cascais e do Turismo de Portugal, a 1.ª edição do novo Cascais Jazz, no Auditório do Centro de Congressos do Estoril.
 
A anteceder o concerto de abertura, dia 4 de Dezembro, pelas 21h30, terá lugar uma sessão solene, que inclui a projecção de um filme de cerca de 15 minutos alusivo ao Cascais Jazz original e a Luís Vilas-Boas, com imagens de arquivo da RTP da década de 70. O concerto de abertura conta com a presença do saxofonista norte-americano Lee Konitz, acompanhado por um trio de músicos europeus. Konitz escolheu como convidado especial um jovem músico português – André Fernandes.
 
No sábado, dia 5, actua o grupo do contrabaixista, compositor e pedagogo Zé Eduardo, um histórico do Jazz português e também frequentador da primeira série do “Cascais Jazz” que convida o trompetista norte-americano Jack Walrath, uma referência do Jazz americano e membro destacado da envolvência musical de Charles Mingus. Destaque ainda para o “Magic Trio” da cantora-pianista Dena DeRose (com os pendulares Martin Wind e Matt Wilson, no contrabaixo e na bateria), bem como para o quinteto da notável trompetista canadiana Ingrid Jensen.
 
No Domingo, dia 6, o festival apresenta cinco verdadeiras lendas que percorreram muitas das etapas da história do Jazz moderno: Phil Woods, Lew Soloff, Cedar Walton, Rufus Reid e Jimmy Cobb.
 
No Centro de Congressos do Estoril estará patente uma exposição com todos os programas oficiais do “Cascais Jazz” entre 1971 e 1988.
 
publicado por flordocardo às 12:50

Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO