06
Jan 11

 

*   *

 

ARTE POÉTICA

 

Tu lês este poema. E para quê?

Que procuras tu nele. O movimento

dos mesmos lábios, sombra que se vê

cair sobre as palavras, o tão lento

bafo animal pela atmosfera fria

ou talvez, junto a um rio, esta viagem

que ignoramos, e cerca a noite e o dia

com outra face? A metáfora, a imagem?

 

Lê o poema, escuta a própria voz

dele, que não é minha, e só existe em nós.

 

                                                     FERNANDO GUIMARÃES (n. 1928)

 

(do livro «As Mãos Inteiras» - Iniciativas Editoriais, Dezembro/1971)

 

publicado por flordocardo às 00:12
tags:

"E só existe em nós" . Gostei!
anónima a 6 de Janeiro de 2011 às 15:41

Gosto!
TF a 6 de Janeiro de 2011 às 17:05

Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO