26
Abr 11

 

*  *

 

«Uma geração que consente deixar-se representar por um Dantas é uma geração que nunca o foi.

É um coio de indigentes, d’indignos e de cegos! É uma resma de charlatães e de vendidos, e só pode parir abaixo de zero!»

 

Assim falava Almada Negreiros, em 1915, no seu Manifesto Anti-Dantas e por extenso e tudo!

 

Ora isto faz-me lembrar, não sei..., os discursos ontem pronunciados no Palácio de Belém.

publicado por flordocardo às 12:49

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO