30
Mai 11

 

*  *

 

 

Este acto eleitoral que agora entre na sua recta final constitui uma fraude, pois decorre sob chantagem. Essa chantagem está inscrita no acordo celebrado entre o Governo de Sócrates, o PSD e o CDS-PP (acordo que, pelo vistos e afinal, até tem uma outra “versão” mais “precisa” e “objectiva”, que foi aquela aprovada pelo chamado Ecofin, em Bruxelas…)!

 

Entretanto, PS, PSD e CDS-PP praticamente deixaram de falar daquele acordo. Falam agora no “respeitar dos compromissos assumidos” e, para enganar papalvos, na “defesa do Estado Social”.

 

Mas qualquer cidadão consciente percebe que a chantagem permanece: ou dobras a espinha e aceitas as medidas inscritas no acordo, ou então…

 

A burguesia joga com o medo. Quer que fujamos da realidade através de um mero instinto de sobrevivência, mas o qual nos condenará a não ter futuro. Compete-nos não fugir, mas sim enfrentar o problema, ou seja, não ceder à chantagem.

 

A consequência de uma tal atitude só pode passar por recusar firmemente o voto aos partidos do poder, especialmente ao PS, ao PSD e ao CDS-PP! Fazer o contrário será espetar uma faca nas nossas próprias costas!

 

Chegado aqui…

 

«Não é por as coisas serem difíceis que não temos ousadia. É por não termos ousadia que as coisas são difíceis».

 

                                                                                                         Séneca

 

Continuem por aí enquanto eu vou melhorando.

 

publicado por flordocardo às 09:11

Contra a farsa...contra a fraude, votar contra o sistema é um voto de coragem...por isso voto PCTP/MRPP.
Porto Santo a 30 de Maio de 2011 às 23:57

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14


25
26
27



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO