29
Nov 11

 

*  *

 

O Tesouro italiano emitiu hoje 7,5 mil milhões de euros em três leilões de dívida, mas teve de pagar juros bem acima da barreira psicológica dos 7 por cento.

O leilão de dívida a três anos, onde o Estado colocou 3,5 mil milhões de euros, foi aquele que pagou uma taxa de juro mais alta - 7,89 por cento. Há um mês atrás a Itália pagou apenas 4,93 por cento para vender dívida com o mesmo prazo. 

Para além desta nova linha de crédito, foram reabertas duas outras linhas, que vencem em 2020 e 2022. Aqui, as taxas de juro pagas foram de 7,28 e de 7,56 por cento, respectivamente.

 

Crescem os rumores de que a Itália negoceia com o FMI um resgate da sua dívida. Escapará a Itália a que os rumores se transformem em realidade? Duvido...

publicado por flordocardo às 17:37

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10

15
16
17
18




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO