20
Jan 12

 

*   *

 

As coisas livres

 

 

Havia várias formas de chamar-te.

Chamar-te não era apenas dizer o teu nome.

Muito menos fazer-te virar a cabeça na direcção da casa.

Era conhecer-te o rosto - dedicado, disponível, raro.

 

As coisas livres ficaram escritas no chão.

 


 

                                                                          Inês Fonseca Santos (n. 1979) 

 

(do livro «As Coisas»edição Abysmo, com ilustrações de João Fazenda, 2012)

 

 

publicado por flordocardo às 18:15
tags:

Lindo! Como está essa saúde? Recomenda-se? Bjinhos
ónix a 22 de Janeiro de 2012 às 20:37

Ainda bem que gostas. Quanto à saúde, ainda não se recomenda, mas vai muito melhor!
Bjões! * * *
flordocardo a 23 de Janeiro de 2012 às 14:28

Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13

17




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO