18
Mai 12

 

*   *   *

 

A PEDRA NO CAMINHO 

 

Toma essa pedra em tua mão,
toma esse poliedro imperfeito,
duro e poeirento. Aperta em
tua mão esse objecto frio,
redondo aqui, acolá acerado.
redondo aqui, acolá acerado.

Segura com força esse granito
bruto. Uma pedra, uma arma
em tua mão. Uma coisa inócua,
todavia poderosa, tensa,
em sua coesão molecular,
em suas linhas irregulares.

Ao meio-dia em ponto, na avenida
ensolarada, tu és um homem
um pouco diferente. Ao meio-dia
na avenida tu és um homem
segurando uma pedra. Segurando-a
com amor e raiva.

 

                                                       Rui Knopfli (1932-1998)

 

publicado por flordocardo às 03:19
tags:

Belíssimo poema.
Bom fds para ti!Abraço!
TF a 18 de Maio de 2012 às 17:02

Muito belo. Abraço e bom fds!
Melt a 19 de Maio de 2012 às 01:28

Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

13
16


30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO