17
Ago 12

 

*   *   *

 

Na passada quinta-feira, a polícia sul-africana disparou à queima-roupa sobre mineiros em luta por aumentos salariais. Alegando «legítima defesa» as forças policiais assassinaram 34 mineiros e feriram mais de 75. Foi na localidade de Marikana, situada a 100 quilómetros de Joanesburgo.

Os mineiros da «Lonmin» em luta ganham ordenados miseráveis (cerca de 400 euros mensais pela extracção de platina) e reivindicam agora a quase triplicação dos seus salários, apesar das resistências manifestadas por alguns dos seus dirigentes sindicais. 

A África do Sul dispõe de 80 por cento das reservas de platina do mundo. 

A luta não vai parar enquanto não se colocar um ponto final na exploração do trabalho pelo capital! 

 

publicado por flordocardo às 23:42

Assassinos! Não há outro nome!!!
anónimo a 20 de Agosto de 2012 às 12:29

Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
16
18

19
24

26


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO