31
Mai 13

 

 

*   *   *

 

AS TOUPEIRAS

 

            Era um povo vivendo em galerias obscuras que abria infatigavelmente, escavando a terra com as unhas, com os dentes. Um povo vivendo debaixo da terra, falando terra, comendo terra, sem se ver, sem se conhecer.

            E nunca esqueceu o sol. E nunca se deixou cegar.

 

                                 Jean Rousselot (França, 1913-2004)

 

(do livro «Voz Consonante» - traduções de poesia por António Ramos Rosa, com organização de Ana Paula Coutinho Mendes – Quasi Edições, Julho/2006)


publicado por flordocardo às 04:09
tags:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


19

26
28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO