09
Jun 13

 

 

*

 

(só quando ladra na garganta, sofreado, curto, cortado)

 

só quando ladra na garganta, sofreado, curto, cortado,

a um sopro do surto,

riscado nas gengivas,

intrínseco em suas músicas ou

intransitivo:

poema perfeito prometido que não nunca

 

 

                        Herberto Hélder (n. 1930)

 

(do livro «Servidões» - Assírio & Alvim, 2013)

 

publicado por flordocardo às 03:00
tags:

Tu lá descobres estas coisas intensas...
Abraço!
Melt a 9 de Junho de 2013 às 15:23

Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
14

16
19


30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO