09
Jan 14

 

 

*   *   *

 

POEMA QUASE EPITÁFIO

 

 

Violentamente só

desfeito em louco

- nem um gato lunar

te arranha um pouco

 

Morreram-te na família

irmãos mais velhos

Restam retratos de vidro

e espelhos

 

Entre as fêmeas bendita

não te quis

As outras mataste

(nem há sangue que te baste)

 

O chão do teu país

deu-te água e uma raiz

muitas pedras mas prisões

 

- Senhor demónio dos sós

Quando ele morrer

onde o pões?

 

  

                              Luiza Neto Jorge (1939-1989)

 

(do livro «Os sítios sitiados» - Ed. Plátano, 1973)

 

publicado por flordocardo às 03:28
tags:

Gosto.
E essa saúde como vai? Abraço!
Melt a 11 de Janeiro de 2014 às 16:11

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Janeiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
15
18

19
20
21
25

26
27
28
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO