17
Fev 10

 

 

 

 

(um dia voltarei à morada das papoilas)
 
Um dia voltarei à morada das papoilas
colher os frutos vermelhos
que semeei na seara.
 
Um dia o vento estará maduro.
 
 
                                                       Albano Martins
 
(do livro «Frágeis São As Palavras (Antologia Pessoal)»
- ASA Editores, S.A. - Julho de 2004)

 

publicado por flordocardo às 00:10
tags:

Tão lindo... a morada das papoilas adivinha-se apaziguadora. Adorei!
Beijinhos.
ónix a 18 de Fevereiro de 2010 às 22:17

Sinto-te contente, o que é bom.
Todavia, não sei se as papoilas serão assim tão «apaziguadoras». Neste poema, não sei mesmo. Mas talvez tenhas razão.
Fica bem e Bjões!
flordocardo a 19 de Fevereiro de 2010 às 00:43

Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO