23
Jun 09

 

A semana que passou foi absolutamente fantástica, repleta de excitantes novidades.

 

Para esta crónica, só agora possível (e por isso atrasada), vejamos se a memória não me atraiçoa.

 

a) O Primeiro-ministro deu uma entrevista. Mostrou-se muito cordato, conciliador, mas sem reconhecer erro algum. A entrevistadora embarcou na coisa; não lhe perguntou pelas promessas feitas e cumpridas ao contrário... Foi fantástico!

 

b) Um conjunto de individualidades (economistas, ex-ministros, etc.) divulgou um manifesto, pronunciando-se contra as prioridades de investimento do governo, como o TGV e outras. Ficámos sem perceber muito bem quais as prioridades dos ditos. Mas ficámos a perceber que estão a fazer o jogo da direita mais conservadora (para a qual os grandes investimentos devem ser feitos pelos privados) e que Sócrates, ao horas antes ter resolvido adiar os investimentos até se saberem os resultados das próximas eleições legislativas, acabou por lhes fazer o jogo e desenrolar a passadeira por onde pode caminhar um futuro governo de «bloco central» (assumido ou não como tal)... Fantástico!

 

 c) A maioria dos trabalhadores da Autoeuropa rejeitou o acordo prévio, estabelecido entre a CT e a administração da empresa. Tendo em conta todas as inverossímeis pressões vindas de toda a parte, tal decisão foi notável!

Há que aguardar por novos desenvolvimentos, pois este é um assunto relevante da actualidade e que merece maior atenção. Voltaremos a ele.

 

d) O Instituto do Desporto quer edificar um campo de golfe nos terrenos do Estádio Nacional, no Jamor, destruindo a pista de corta-mato ali existente. Não é fantástico?! Está a correr um abaixo-assinado contra a diatribe.

 

Resultado: a política está moribunda ou regressou pura e dura?

 

publicado por flordocardo às 11:10

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
17
18
19
20

21
22
27

28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO